Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

CBMRS recebe da Defesa Civil equipamentos para emergências com produtos perigosos

Os materiais serão destinados a Companhia Especial de Busca e Salvamento (CEBS) e para as Células da Forças de Resposta Rápida

Publicação:

CBMRS recebe da Defesa Civil equipamentos para emergências com produtos perigosos
CBMRS recebe da Defesa Civil equipamentos para emergências com produtos perigosos - Foto: Soldado Leonardo Andrades/ACSP CBMRS

Na tarde desta quarta-feira (29), a Defesa Civil Estadual entregou equipamentos de proteção individual (EPIs) ao Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS), na sede do Comando-Geral, em Porto Alegre. A Comissão Estadual de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais Envolvendo Produtos Químicos Perigosos (P2R2), da Defesa Civil Estadual, junto a Câmara Técnica de Produtos Perigosos do CBMRS, adquiriu roupas de diferentes níveis de proteção: seis do nível A; oito do nível B e 100 do nível C.

As vestimentas se integram ao material permanente da instituição e serão utilizadas pelo Corpo de Bombeiros Militar nas ações de primeira resposta às ocorrências envolvendo esse tipo de risco. A medida visa a reestruturação do serviço especializado de resposta a emergências com produtos perigosos. Os materiais serão destinados a Companhia Especial de Busca e Salvamento (CEBS) e para as células da Forças de Resposta Rápida (FR2) do CBMRS.

Em um investimento total de R$ 247 mil, além dos EPIs para o manejo de produtos perigosos, foram entregues ao CBMRS itens para enfrentamento da Covid-19:

100 luvas de proteção química em PVC e oito em Viton;

Oito botas de proteção química;

100 máscaras semifaciais e 800 filtros;

200 luvas nitrílicas.

As corporações ainda aproveitaram a oportunidade para oficializar a entrega de três drones DJI Phantom 4, doados pela Receita Federal, que também serão utilizados nas ações de P2R2. Conforme o Comandante-Geral do CBMRS, Coronel César Eduardo Bonfanti ressalta a importância da inciativa da Defesa Civil do Estado em cooperar para a estruturação do serviço especializado, o qual tem íntima relação com as ações daquele órgão em casos de grandes desastres e sinistros envolvendo emergências químicas, biológicas, radiológicas e nucleares. “O CBMRS, por sua vez, está destinando a viatura especializada (Auto Hidro-Químico), bem como designando militares para essa atividade por meio da Companhia Especial e Busca e Salvamento. Essa necessidade de reestruturação da atividade especializada estava quase vinte anos pendente. Ganha a sociedade gaúcha com o incremento de sua segurança objetiva e com a pronta resposta da Instituição, que tem por missão Constitucional esta atividade. Vamos avançar ainda mais priorizando treinamentos e formações nesta atividade”.

A participação do Corpo de Bombeiros Militar como o primeiro respondedor por excelência de emergências que envolvam produtos químicos perigosos é consolidada em todo país, não poderia ser diferente aqui no estado do Rio Grande Sul, na medida em que a Constituição Federal determina a competência de atuação de Defesa Civil, ela é dos Corpos de Bombeiros Militares. A Defesa Civil do Estado como órgão integrante desse sistema nacional não teria outro caminho que não fosse equipar essa instituição para que ela possa de forma mais adequada cumprir a sua missão constitucional e o seu papel dentro do programa P2R2”, destacou ainda o Subchefe da Defesa Civil Estadual, Coronel Rodrigo da Silva Dutra, presente no momento da entrega. Esteve no ato, também, o Secretário Adjunto da Segurança Pública do Estado, Coronel Marcelo Gomes Frota.

Na tarde da última quinta-feira (23), o CBMRS já havia feito a entrega de uma viatura Auto Hidro-Químico para a CEBS. O veículo especial é dotado de agentes extintores e supressores, além de materiais capazes de conter danos ambientais.

Corpo de Bombeiros Militar do RS